Tudo sobre Psicologia Positiva. Artigos Científicos, Técnicas, Avaliações e livros.

5 maneiras de ser um líder positivo

0

“Para ser um líder positivo e trazer o melhor das pessoas, você precisa se preocupar com as pessoas”, diz Sue Langley, especialista global em psicologia positiva. “Você tem que estar interessado neles. Você deve aparecer todos os dias como a melhor versão de si mesmo.

Sue também é fundadora e CEO do The Langley Group e dedicou sua carreira a sintetizar a psicologia positiva, a inteligência emocional e a neurociência em ferramentas simples e práticas que ajudam as empresas e seus funcionários a fazerem seu melhor trabalho.

Quando os funcionários estão em um estado emocional positivo, eles provaram ser mais criativos, mais produtivos e melhores na solução de problemas. Se os líderes podem criar uma cultura onde emoções positivas predominam sobre emoções negativas, e onde os líderes mostram que se importam com as pessoas, grandes resultados são alcançados.

“Eu quase posso sentir o que a liderança é quando eu entro em um escritório”, diz Sue.

“Deve haver um clima de confiança, compreensão e apoio. Ao contrário de um clima de desconfiança, culpa ou medo do fracasso. Em um clima negativo, ninguém se atreve a tentar algo novo. Atualmente, muitas empresas estão querendo que seu pessoal seja mais inovador, mas não conseguem entender que você não pode ter inovação sem também permitir que as pessoas cometam erros ”.

Cinco estratégias comprovadas baseadas na psicologia positiva para ser um líder mais eficaz e inspirador hoje.

Se você tem interesse na Psicologia Positiva e na forma de ser um líder com maior engajamento positivo em sua empresa ou organização, veja abaixo cinco estratégias que são comprovadas e realizadas dentro do conceito de psicologia positiva para começar a fazer agora!

5 maneiras de ser um líder positivo guia da psicologia positiva

1. Adote uma abordagem baseada em pontos fortes para avaliações de desempenho

A abordagem baseada no potencial do ser humano, ou seja, em seus pontos fortes é onde eu me sento com meu chefe, e ele dize: “Estas são suas forças, e estas são suas fraquezas. Se precisarmos corrigir seus pontos fracos até um certo nível para que você possa fazer o seu trabalho, nós o faremos. Se pudermos transferir estes pontos fracos, ou que você tem maior dificuldade, para outro membro da equipe, então o faremos. Mais importante ainda, nos próximos 12 meses, vamos nos concentrar em seus pontos fortes, nas coisas em que você é bom, nas coisas que você gosta de fazer”.

Essas são as oportunidades reais de desenvolvimento! Curiosamente, se você olhar os resultados que acontecem a partir do momento que você se concentrar em seus pontos fortes, você descobrirá que suas fraquezas realmente melhorarão também.

2. Promova um clima de trabalho positivo

Como você constrói um clima ou uma cultura positiva? deve ser um clima em que as pessoas sentem que existe um sentimento de confiança, colaboração, diálogo e assim por diante.

Se houver na empresa um clima de medo, controle, ansiedade, negatividade, estresse ou pressão, você não fará seu melhor trabalho. Então você precisa criar um clima de confiança e abertura, onde há um senso de compaixão e compreensão de que as pessoas têm necessidades.

3. Mantenha a compaixão e o perdão na vanguarda

Nós falamos sobre compaixão e perdão, e as pessoas geralmente as vêem como palavras suaves. No entanto, precisamos pensar em como a compaixão e o perdão realmente se parecem.

Se você está no meu time, por exemplo, e comete um erro, você é um ser humano e eu vou realmente perdoar você por esse erro. Também terei a compaixão de ter uma conversa difícil que diga: “Isso não é aceitável. E se você cometer esse erro novamente, talvez precisemos ter uma discussão mais séria. ”Isso ainda estará sendo uma conversa de compaixão.

4. Esclarecer contexto em qualquer tarefa

Em mais de duas décadas desenvolvendo líderes, descobri que o contexto, incluindo o nível de prioridade, está muitas vezes ausente em muitas atribuições de tarefas. Sem fornecer a estrutura, você pode involuntariamente encorajar os membros de sua equipe a se tornarem dependentes de você, porque você está retendo informações vitais. E, dessa forma, você provavelmente contribuirá para o aumento de seus níveis de estresse, prejudicando seu julgamento no processo.

Sem contexto, você pode estar reduzindo sua autonomia e motivando-os a não pensar por si mesmos. Você pode estar encorajando-os a “trabalhar” e fazer o melhor que puderem. No entanto, se o fizerem sem contexto, provavelmente não fornecerão o resultado que você estava procurando. Isso pode resultar em má qualidade do trabalho, retrabalho, custo extra ou ter que gerenciar um desempenho ruim.

Portanto, sempre compartilhe o nível de prioridade e forneça essa estrutura para que sua equipe entenda exatamente as entregas necessárias.

5. Os funcionários devem estar livres para falhar

Se pudermos criar uma cultura onde os seres humanos possam realmente se arriscar e cometer um erro, então é aí que prosperamos.

Se você olhar para as organizações, elas querem que as pessoas inovem mais. Bem, para ser inovador, você tem que permitir que as pessoas falhem de vez em quando.

No entanto, às vezes, há um grande risco de as pessoas sentirem que não ousam falhar porque podem ser demitidas se o fizerem. Um de nossos clientes realmente implementou um programa de inovação e diz: “Você está livre para falhar, simplesmente falhe rápido”. Porque eles sabem que, para obter inovação, as pessoas precisarão ter falhas ao longo do caminho.

You might also like

Leave A Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.